#19 - Operação Condor: o terror transnacional

11/05/2021

Durante as décadas de 60 e 70, a história da América Latina foi marcada pelos reflexos da Revolução Cubana e da Guerra do Vietnã, que geravam o temor em alguns grupos sociais e políticos de que eventos parecidos poderiam se repetir.

Para conter os intentos comunistas nos países latino-americanos, a Operação Condor contou com uma aliança formada entre Estados Unidos, Brasil, Argentina, Chile, Bolívia, Paraguai e Uruguai. As táticas foram desde o treinamento militar de contra insurgência e inserção de investimentos privados, até perseguições, sequestros, torturas e assassinatos. Deixando uma marca de ditaduras repressivas e devastadoras nesses países.

Para conversar sobre esse e outros assuntos, o episódio #19 do Hora Americana recebeu a professora Mariana Joffily, da Universidade do Estado de Santa Catarina.

O episódio já está disponível nas principais plataformas de podcast e também em nosso canal no YouTube. Esperamos que gostem do programa e deixem suas opiniões, sugestões e críticas! Também não esqueçam de nos seguir em nossas redes sociais.


Dicas do programa Hora Americana e links

Documentário: "Operação Condor, verdade inconclusa", de Cleonildo Cruz (2016)

Livro: "Operação Condor", de Carlos Heitor Cony e Anna Lee (2019)

Livro: "Os anos do Condor", de John Dinges (2005)

Livro: "O Brasil contra a democracia", de Roberto Simon (2021)

Série: "Memórias do Chumbo: futebol nos tempos do Condor", de Lúcio de Castro (2012)



Conheça nossa entrevistada

Mariana Joffily é graduada em História (1995) pela USP, Maîtrise em História (1999) e Diplôme dEtudes Approfondies em História Moderna e Contemporânea (2001) pela Université de Paris IV - Sorbonne, doutora em História Social (2008) pela USP e pós-doutora em História pela UFSC (2009), com bolsa do CNPq e pela Brown University, Estado Unidos (2016) com bolsa da CAPES/Fulbright.

É professora adjunta de História das Américas da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e atua como professora permanente no Programa de Pós Graduação em História pela mesma universidade. Coordenou o Programa de Pós-Graduação em História da UDESC (07/2018-02/2021). Integra a Comissão de Altos Estudos do Centro de Referência Memórias Reveladas do Arquivo Nacional (2014-2016; 2017-) e o Conselho Consultivo do projeto Opening the Archives, da Universidade de Brown, EUA (2017- ). Pesquisadora do Grupo de Pesquisa Memória e identidade (CNPq/UDESC), vinculado ao Laboratório de Estudos da Contemporaneidade (LEC/UDESC) e vice-líder do Grupo de Pesquisa Instituto de Memória e Direitos Humanos (CNPq/UFSC). Tem experiência em pesquisa na área de História Contemporânea, com ênfase em História do Brasil e das Américas. Pesquisa principalmente os seguintes temas, relacionados à História do Tempo Presente: ditaduras no Cone Sul, repressão política, tortura, transição democrática