#15 - Feminismos na América Latina

17/03/2021

As lutas de mulheres por direitos podem ser observadas em diversos momentos da história. Seja na busca por expressar suas ideias, por garantir melhores condições de criação de filhos ou pela possibilidade de romper um casamento, mulheres de diversos lugares enfrentaram as estruturas sociais mesmo antes da emergência de um movimento feminista consolidado.

É no século XX, entretanto, que a mobilização política das mulheres alcança novas proporções, possibilitando o surgimento de um feminismo organizado, a fim de conquistar a emancipação feminina e a garantia de direitos civis e reprodutivos, garantindo, assim, um dia, maior equidade para as mulheres. As teorias de gênero, assim como as discussões sobre interseccionalidade (das questões de raça, classe, sexualidade e outras) e, mais recentemente, os debates decoloniais contribuíram ainda mais para debater socialmente as opressões sofridas pelas mulheres e a estrutura patriarcal secular que formatou diversas nações.

Mas é possível falar em um feminismo? Quais são as facetas e pautas das mulheres em diferentes realidades? O que são as chamadas ondas do feminismo? Elas se aplicam a todos os lugares? Há particularidades no feminismo latino-americano? Como mulheres se organizaram historicamente no continente? Para responder a essas e outras questões, convidamos a professora Julia Oliveira, do Instituto Federal do Paraná (IFPR), especialista em gênero e feminismos.

Dicas do programa Hora Americana e links

Livro "Militância ou profissionalização de gênero?", de Júlia Glaciela da Silva Oliveira

Filme "As sufragistas", de Sarah Gavron (2015)

Filme "Ni Dios, ni patrón, ni marido", de Laura Mañá (2010)

Documentário: "She is beautiful when she is angry", de Mary Dore (2014)

Filme: "Uma mulher fantástica", de Sebastián Lelio (2017)

Filme "As Horas", de Stephen Daldry (2002)

Grupo de Pesquisa em Gênero e História (GRUPEGH-HIST)

Livro "Garotas Mortas", de Selva Almada (2014)

Livro "Breve história do feminismo", de Carla Cristina Garcia (2018)

Livro "O feminismo é para todo mundo", de bell hooks (2002)

Livro "Racismo, sexismo e desigualdade no Brasil", de Sueli Carneiro (2011)

Livro "O segundo sexo", de Simone de Beauvoir (1949)


Conheça nosso entrevistado

Julia Glaciela da Silva Oliveira é professora de História do Instituto Federal do Paraná e especialista em Gênero e História